MÚSICAS

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Benção, Padrinho



Enquanto eu tinha peso de criança, ele costumava me levantar para o alto quando nos encontrávamos.

E eu adorava isso!

Sempre com um presente, pra mim e pro meu irmão, pra não gerar ciúmes.

Mas o mais importante: ele se fazia presente!


Tão admirável quanto seu compadre, meu pai, nos seus valores e na sua vida.




Que pessoa íntegra!

Que grande homem, Orlando de Sordi.

Que Deus te abençõe e te ilumine...ainda mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário